Fred faz história, e Flu afunda Fla na estreia de Cristóvão

Na noite que marcou a estreia de Cristóvão Borges no comando do Flamengo , quem brilhou, mesmo, foi Fred. O atacante anotou dois gols no clássico deste domingo, no Maracanã, e foi fundamental para a vitória do Fluminense sobre o time rubro-negro por 3 a 2, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro . De quebra, o camisa 9 fez história e superou Paulo Baier, tornando-se o maior artilheiro da história dos pontos corridos no País.

Desde 2003, ninguém marcou mais gols em Campeonatos Brasileiros do que Fred. O centroavante da Seleção Brasileira na última Copa do Mundo anotou 107 gols pela competição nacional nos últimos 12 anos e superou a marca de 106 balanços de rede de Paulo Baier. É, agora, o maior goleador dos pontos corridos no Brasil. Histórico!

Flamengo e Fluminense fizeram um jogo bastante equilibrado neste domingo, no Maracanã. No primeiro tempo, tudo levava a crer que o time tricolor conquistaria uma tranquila vitória, já que conseguiu anotar dois gols em 32 minutos. Fred, de pênalti, e Pará, contra, balançaram as redes. A equipe rubro-negra, contudo, reagiu bem à desvantagem de dois gols e diminuiu, com Alecsandro. O Flamengo só não arrancou empate antes do intervalo por detalhes. O time comandado por Cristóvão Borges encerrou o primeiro tempo com incríveis 71% de posse de bola.

Antes que o Flamengo tentasse flertar com a igualdade no segundo tempo, porém, o Fluminense chegou ao terceiro gol. Fred aproveitou rápido contra-ataque e fuzilou no canto de Paulo Victor. A vitória estava sacramentada. Nem mesmo a expulsão de Giovanni em lance polêmico com Marcelo Cirino e o gol de Eduardo da Silva aos 40min foram capazes de ameaçar o triunfo tricolor.

A vitória fez o Fluminense subir aos sete pontos e à nona posição no Campeonato Brasileiro. Por outro lado, afundou o Flamengo na vice-lanterna com apenas um ponto. Na próxima rodada, o time tricolor pega o Coritiba, quinta-feira, às 21h (de Brasília), no Maracanã. Já a equipe rubro-negra tenta triunfar pela primeira vez na competição nacional diante do Cruzeiro, quarta-feira, às 22h, no Mineirão.

Que arbitragem foi esta, cara?

Sandro Meira Ricci foi o árbitro brasileiro na última Copa do Mundo e também vai apitar na próxima Copa América. A atuação dele no clássico deste domingo, no Maracanã, contudo, foi no mínimo desastrosa. Ricci marcou um pênalti um tanto quanto polêmico para o Fluminense no primeiro tempo – em lance no qual Pará e Vinicius se trombaram dentro da área – e ainda expulsou Giovanni, do time tricolor, após jogada em que a própria marcação de falta em Marcelo Cirino seria questionável. Que fase, hein, Sandro Meira Ricci!

O lateral direito do Flamengo é, de longe, um dos jogadores mais raçudos do elenco rubro-negro. Mas, neste domingo, no clássico contra o Fluminense, no Maracanã, teve uma atuação trágica. Para começar, fez pênalti em Vinicius logo aos 7min do primeiro tempo. Depois, anotou gol contra aos 32min. Já no segundo tempo, não marcou Fred na jogada do terceiro gol tricolor. Onde encerrou a partida? Óbvio, no banco de reservas. Cristóvão Borges sacou Pará para a entrada do meia Gabriel quando o Flu ficou com um jogador a menos em campo.

Flamengo 0 x 1 Fluminense - 7min do primeiro tempo - Pênalti para o Fluminense. Gerson alçou bola da direita, e o árbitro enxergou empurrão de Pará em Vinícius. Fred cobrou penalidade no canto esquerdo de Paulo Victor e deslocou o arqueiro.

Flamengo 0 x 2 Fluminense - 32min do primeiro tempo - Renato cruzou da direita, Pará desviou contra a própria meta e marcou gol contra.

Flamengo 1 x 2 Fluminense - 36min do primeiro tempo - Armero alçou bola da esquerda, Alecsandro subiu mais que o marcador e cabeceou no canto direito de Diego Cavalieri.

Flamengo 1 x 3 Fluminense - 1min do segundo tempo - Gerson foi lançado na direita, entrou na área, fintou Armero e tocou para o lado. Fred pegou de primeira e acertou o canto esquerdo de Paulo Victor.

Flamengo 2 x 3 Fluminense - 40min do segundo tempo - Marcelo Cirino cruzou da esquerda, e Eduardo da Silva cabeceou no canto esquerdo de Diego Cavalieri.