Atlético-PR quer reforço sul-americano e sonha com Emerson Sheik

O Atlético-PR segue no mercado e está envolvido em diversas especulações. A mais recente põe o nome do atacante Emerson Sheik em negociações com o clube. O fato não é confirmado, pelo menos oficialmente, já que a diretoria trabalha visando o mercado sul-americano.

O clube busca mais cinco reforços para o restante da temporada. O primeiro nome é o do zagueiro Christian Vilches, que estava no Colo-Colo-CHI, mas não acertou a renovação contratual. O jogador de 31 anos é aguardado ainda nesta semana em Curitiba para realizar os exames médicos e assinar o contrato.

Quem também pode vir do futebol chileno é o meia Gustavo Lorenzetti, da Universidade do Chile. O jogador foi oferecido para a diretoria e o nome agrada. As negociações estão em andamento. No entanto, surgiu na noite desta terça-feira a notícia de que o argentino acertou a renovação com a La U, fato ainda não confirmado. "O futuro dele não está definido", se resumiu a dizer o empresário Washington Castro, que gerencia a carreira do atleta.

O jornalista Andrés Gonzales, do El Mercurio, de Santiago, confirma que nada ainda está fechado. "Pelo menos oficialmente nada está definido. O Lorenzetti tem proposta para renovar com a La U por dois anos, mas a questão financeira pesa e até mesmo a vontade do atleta de atuar no Brasil", disse, em contato com a reportagem.

O clube busca mais cinco reforços para o restante da temporada. O primeiro nome é o do zagueiro Christian Vilches, que estava no Colo-Colo-CHI, mas não acertou a renovação contratual. O jogador de 31 anos é aguardado ainda nesta semana em Curitiba para realizar os exames médicos e assinar o contrato.

Quem também pode vir do futebol chileno é o meia Gustavo Lorenzetti, da Universidade do Chile. O jogador foi oferecido para a diretoria e o nome agrada. As negociações estão em andamento. No entanto, surgiu na noite desta terça-feira a notícia de que o argentino acertou a renovação com a La U, fato ainda não confirmado. "O futuro dele não está definido", se resumiu a dizer o empresário Washington Castro, que gerencia a carreira do atleta.

O jornalista Andrés Gonzales, do El Mercurio, de Santiago, confirma que nada ainda está fechado. "Pelo menos oficialmente nada está definido. O Lorenzetti tem proposta para renovar com a La U por dois anos, mas a questão financeira pesa e até mesmo a vontade do atleta de atuar no Brasil", disse, em contato com a reportagem.