Cruzeiro libera Lucas Silva ao Real: "fez muita pressão" 

O grupo campeão brasileiro em 2013 e 2014 está quase todo desfeito com a saída de cinco titulares, e o técnico Marcelo Oliveira terá de trabalhar bastante para colocar tudo em ordem novamente. O que o torcedor celeste ainda não sabe é que não era desejo do presidente Gilvan de Pinho Tavares perder uma importante peça de seu elenco bicampeão.

O mandatário azul celeste confirmou na manhã desta sexta-feira, durante a apresentação do meia Arrascaeta, que não era vontade do Cruzeiro liberar Lucas Silva ao Real Madri, mas foi forçado por pressão externa. “O atleta fez uma pressão muito grande juntamente com o seu empresário. Não era desejo do Cruzeiro liberar nenhum de seus atletas. A nossa intenção era entrar ainda mais forte e vencer todas as competições de 2015”, lamentou o cartola. 

Recentemente, o Cruzeiro perdeu Egídio, Ricardo Goulart, Nilton e Lucas Silva, todos negociados. O clube ainda perdeu Marcelo Moreno, que voltou de empréstimo, e outros atletas reservas que foram liberados. Tavares, entretanto, reconhece os serviços prestados pelos jogadores que deixaram a Toca recentemente e entende o motivo para as saídas.

“Com a vitrine que o Cruzeiro proporciona, eles acabam sendo vistos no estrangeiro. Os jogadores têm a possibilidade de ganhar mais prestígio, ainda mais sendo negociado para um clube da grandeza do Real Madri, o mais rico do mundo. Isso balança qualquer atleta, até porque tem um salário também infinitamente maior do que se paga no Brasil”, acrescentou.

De acordo com Gilvan, liberar os jogadores que estão saindo é algo natural. “Se nós trouxermos atletas como o Arrascaeta para o Cruzeiro e prendermos no clube para o resto da vida, nenhum deles vai querer voltar no futuro. O Cruzeiro não é um clube que compra jogadores e depois não vende. Quando você coloca para um atleta que ele receberá cinco, seis vezes mais em outro clube, você pode desmotivá-lo. Fica praticamente impossível a gente segurar os atletas”, completou.

“Mas uma coisa os nossos torcedores podem ter certeza. Toda a receita obtida com a venda de atletas, com bilheteria e sócio do futebol será revertida para o plantel. Vamos buscar atletas de grandes clubes do mundo para repor a saída de atletas”, finalizou o presidente celeste