Roma deve ser candidata a receber os Jogos de 2024

Anúncio foi feito pelo primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi

 O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, disse que Roma será candidata a receber as Olimpíadas de 2024 e que o anúncio da entrada da cidade eterna na disputa deve ser feito no dia 15 de dezembro.

    Segundo o premier, se seu governo conseguir aprovar as reformas fiscal e da administração pública a tempo, será possível organizar os Jogos com "o pé nas costas". "Me incomodou muito quando Mario Monti [primeiro-ministro entre 2011 e 2013] falou que as Olimpíadas eram um projeto muito grande para a Itália. Mas não existe um projeto grande demais para a Itália", declarou.

    O presidente do Comitê Olímpico Nacional Italiano (Coni), Giovanni Malagò, comemorou as palavras de Renzi e afirmou que elas confirmam "sua sensibilidade em relação ao esporte". Já o prefeito de Roma, Ignazio Marino, destacou que a capital se orgulharia em ser a candidata do país para os Jogos de 2024.

    "A cidade saberá se mostrar como uma anfitriã perfeita para os milhares de atletas e as milhões de pessoas que assistirão ao evento. Me uno, em nome de todos os romanos, ao sonho do premier Renzi", acrescentou.

    Por outro lado, o líder do partido de extrema-direita Liga Norte, Matteo Salvini, disse que o primeiro-ministro é um "homem perigoso" e o criticou por querer receber as Olimpíadas em meio a um momento tão difícil para o país, que enfrenta uma grave crise financeira. "Temos desemprego recorde, todos os dias fecham 120 empresas, temos ainda as catedrais no deserto por causa dos Jogos de Inverno de Turim [2006] e o premier pensa em fazer as Olimpíadas na Itália. Não há palavras, é perigoso", ressaltou. (ANSA)