Técnico da Itália diz que ninguém pode "mudar" Balotelli

Responsável por resgatar a seleção italiana, após o fiasco na Copa do Mundo, em julho, o técnico Antonio Conte disse não ter a pretensão de mudar a atitude do polêmico atacante Mario Balotelli, cortado por lesão do elenco que encara a Albânia, nesta terça-feira (18), em amistoso em Gênova.

"Não sou presunçoso de me achar diferente de outros técnicos. O passado ensina que não somos capazes de mudar Balotelli. Eu também não tenho tempo. E para certas coisas, nem tempo serve", disse Conte. O atacante do Liverpool não integrava a seleção desde a Copa do Mundo, no Brasil.

As críticas de Conte também foram dirigidas ao futebol italiano, principalmente os jogadores. "Devemos perceber que o futebol italiano não está bem. Os jogadores devem retomar a vontade de cansar. Ou iremos continuar caindo", disse o treinador. "Esperava mais participação de todos", afirmou o treinador da Azzurra.