Marin visita Seleção e vê clima bom pós-atrito envolvendo Thiago Silva

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol, José Maria Marin, esteve na tarde desta terça-feira no hotel em que a Seleção Brasileira está hospedada em Viena, horas antes do amistoso contra a Áustria, às 16h (de Brasília). O dirigente não estava acompanhado do vice Marco Polo Del Nero, futuro mandatário da CBF, como é de costume nas viagens.

Questionado sobre o clima da Seleção após o atrito envolvendo Thiago Silva – que se disse chateado pela perda da braçadeira de capitão e a falta de apoio dos companheiros –, Marin foi lacônico: "está tudo bem, está tudo bem". O presidente em seguida foi ao salão de refeições do hotel, cumprimentou os jogadores e integrantes da comissão técnica e almoçou com a delegação.

Marin chegou a Viena na noite da última segunda-feira, dois dias depois do que estava inicialmente previsto. O programado era que Del Nero viesse com ele, mas Marin deve ir sozinho ao jogo contra a Áustria, quando receberá uma placa comemorativa pelos 100 anos de história da Seleção Brasileira.

Presidente da CBF a partir de abril de 2015, Del Nero não esteve presente com a Seleção desde a última quinta-feira, após o jogo contra a Turquia, em Istambul, quando terminou o namoro com a modelo Carol Muniz e retornou com ela ao Brasil. Ele e Marin costumam ficar em um hotel diferente do da Seleção Brasileira nas viagens.