Pelé recebe alta e deixa hospital após susto e cirurgia 

Após sentir um mal-estar e ter de passar por cirurgia para a retirada de cálculos renais na última quinta-feira, Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, recebeu alta hospitalar às 10h deste sábado e já deixou o hospital Albert Einstein, na Zona Sul de São Paulo. O maior jogador de futebol de todos os tempos passa bem após dar um susto em todos os amantes do esporte mais popular do planeta.

Pelé sentiu um mal-estar na noite da última quarta-feira, pouco antes de um evento em Santos. Ele participaria do lançamento do livro que conta a história de construção do Museu Pelé, mas não teve condições de comparecer ao local. O evento foi cancelado, e Pelé, levado para o hospital Albert Einstein, em São Paulo.

De acordo com a assessoria do ex-jogador, desde o jantar de terça, ele apresentava uma indisposição estomacal. Por isso, já havia, inclusive, sido medicado antes mesmo do cancelamento do evento em Santos. A prefeitura pediu desculpas pelo ocorrido e ainda não marcou nova data para o lançamento do livro.

Assim que chegou à clínica na Zona Sul de São Paulo ainda na noite de quarta-feira, Pelé foi examinado e, no dia seguinte, submetido a uma procedimento cirúrgico para retirada dos cálculos renais, ureterais e vesicais. Eles estavam causando obstrução ao fluxo urinário do ex-jogador.

A cirurgia foi realizada pela manhã de quinta-feira, e, desde então, o "Rei do futebol" encontrava-se estável clinicamente e em recuperação, segundo boletins médicos do hospital Albert Einstein. Na manhã deste sábado, então, o maior ídolo da história do futebol recebeu alta e deu um pouco mais de tranquilidade a todos aqueles que amam o esporte.