Joinville vence "final" tensa contra Ponte e é novo líder da Série B 

De um lado, o vice-líder. Do outro, o líder. Neste sábado, Joinville e Ponte Preta fizeram um duelo de times que já garantiram acesso à elite do futebol nacional, mas que ainda lutam (quase que de maneira bipolar) pelo título da Série B do Campeonato Brasileiro. E, após 90 minutos de muita briga e disputa na Arena Joinville (além de enorme confusão entre torcida campineira e polícia no fim do jogo), a equipe catarinense venceu por 3 a 1 e assumiu o primeiro posto da competição, ficando, inclusive, dois pontos à frente da rival deste sábado (67 a 65). Restam apenas três rodadas para o término da Série B.

O jogo em Santa Catarina teve, de fato, jeito de final. Estádio lotado, faltas duras e muita briga por espaço. Mas pouca qualidade. A primeira e única chance de gol da etapa inicial foi do Joinville e aconteceu ainda no primeiro minuto de jogo. Rogério levantou na área, e Fernando Viana cabeceou firme no cantinho direito de Roberto, que se esticou e fez linda defesa.Antes do intervalo, apenas uma confusão envolvendo jogadores das duas equipes após falta dura de Edson Ratinho movimentou a partida.

No segundo tempo, o duelo seguiu muito equilibrado e com poucas chances de gol. Mas o Joinville conseguiu abrir o placar graças à bola aérea. Aos 12min, Marcelo Costa cobrou escanteio pela direita, e, após desvio de Bruno Aguiar na primeira trave, Rogério completou para o fundo das redes. O gol do Joinville acordou a Ponte Preta, que passou a pressionar em busca do gol de empate. Aos 30min, Rafael Costa quase empatou.

Aos 32min, Cafu conseguiu. Após lançamento longo, Rafael Costa dominou dentro da área e chutou para boa defesa de Ivan. No rebote, o carismático atacante mostrou raça e cutucou para o fundo das redes, mandando a torcida catarinense “calar boca” na comemoração. Quando o empate parecia sacramentado, porém, o Joinville chegou a uma improvável vitória.

Aos 37min, Bruno Aguiar se antecipou à marcação na primeira trave e completou de cabeça um escanteio para o fundo das redes. Já aos 46min, Edigar Junio recebeu passe de Fabinho e anotou o terceiro: 3 a 1 para o Joinville, e a Série B tem um novo líder. O que era para ser uma festa, contudo, ganhou contornos tensos nos últimos minutos da partida, quando houve confusão entre torcedores da Ponte Preta e polícia nas arquibancadas da Arena Joinville.

O motivo? Os fãs da Ponte tentaram sair do estádio antes do apito final e isso não é permitido, já que, no Brasil, os torcedores visitantes vão embora depois dos mandantes. Em alguns momentos, a polícia teve que agir com lançamento de bombas e tiros de balas de borracha. O fato atrasou o término da partida e contou com provocações dos fãs do Joinville aos campineiros.