STJD pune Valdivia com 2 jogos de gancho por pisão 

O meio-campista Valdivia, do Palmeiras, escapou no fim da tarde desta segunda-feira de uma grande punição do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), por causa de suposto pisão no flamenguista Amaral, em duelo entre as equipes no dia 17 de setembro. Em audiência realizada no Rio de Janeiro, o chileno pegou dois jogos de suspensão por causa do ato e, portanto, desfalcará o time alviverde por mais um jogo, já que cumpriu um automaticamente.  

Após defesa palmeirense, que contou inclusive com o chileno no local, os auditores do STJD preferiram desqualificar a acusação para ato hostil, classificando a atitude do jogador mais como uma provocação do que agressão, visto que o adversário não precisou sequer de atendimento médico no gramado e pode continuar normalmente no jogo. Na acusação anterior, Valdivia poderia sofrer suspensão de até 12 jogos. 

"Foi um lance em que a gente se enroscou em uma jogada de contra-ataque. Perdi a bola e a gente se enroscou e na hora que ele caiu eu meio que desequilibrei e toquei sem querer no jogador. Sem maldade, sem querer machucar. Tanto que ele levantou logo depois", defendeu-se Valdivia no tribunal.

O advogado do Palmeiras mostrou vídeos de lances semelhantes recentes julgados pelo STJD - como o do botafoguense Aírton por pisão na cabeça de Alexandre Pato, também com dois jogos de suspensão - e pediu para os votantes esquecerem o passado provocador de Valdivia e focar na atual personalidade, segundo o advogado, mudada e mais responsável para solicitar pena mínima ao ato.

A votação de Valdivia apresentou grande discussão entre os votantes. O relator Douglas Bachmann pediu desqualificação para ato hostil e pena de dois jogos para o chileno e foi seguido pelo auditor Felipe Bevilacqua, que votou em seguida. Na sequência, contudo, o auditor Washington Rodrigues de Oliveira pediu suspensão de apenas um jogo, mas Vinicius de Sá Vieira solicitou três partidas de gancho. O presidente da sessão Paulo Valled Perry acompanhou o relator para suspender por dois jogos. 

Além de Valdivia, Flamengo e Palmeiras também foram julgados por outras ocorrências ao longo do duelo disputado no Pacaembu, como atraso na entrada das equipes no gramado, problema com gandula e a paralisação da partida por causa de laser utilizado por palmeirenses. Ambos os times sofreram multas. A total do Flamengo foi de R$ 1 mil, enquanto o Palmeiras, incluso em mais artigos, sofreu R$ 8 mil. O gandula palmeirense foi suspenso por 60 dias.