Exército discute esquema de segurança para a Copa do Mundo de 2014

O Exército promoveu hoje (27) a primeira reunião com setores da União e do Distrito Federal envolvidos com questões de defesa, segurança e inteligência, para planejar ações que garantam uma Copa do Mundo de Futebol, em 2014, com toda tranquilidade possível, de acordo com o general Gerson Menandro Garcia de Freitas, do Comando Militar do Planalto (CMP).

Ele disse que o objetivo da primeira reunião "interagências" foi promover a integração das agências de inteligência e de forças auxiliares, de forma planejada, para “garantir ambiente seguro e estável” nos jogos do ano que vem. “Buscamos um planejamento atualizado”, com base nas experiências da Copa do Mundo, na África do Sul (2010), dos Jogos Olímpicos de Londres (2012) e da Copa das Confederações no Brasil, em junho último, disse.

O secretário adjunto de Segurança Pública do Distrito Federal, Paulo Roberto de Oliveira, destacou a importância na identificação dos grupos em deslocamento na cidade, nos dias de jogo, de modo a “evitar qualquer contato entre possíveis manifestantes e quem vai aos estádios”. Além disso, ressaltou que a identificação é necessária para coibir qualquer baderna, e em função disso, as forças auxiliares de segurança trabalharão lado a lado, em total integração, conforme treinamento que deve começar em fevereiro.

O primeiro encontro para o planejamento de ações de segurança na Copa, no CMP, contou com representantes também da Polícia Federal, Agência Brasileira de Inteligência, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros, Detran, das companhias locais de água e esgoto (Caesb) e de energia (CEB), da Secretaria de Saúde e do Ministério Público.