Governo atualiza matriz de responsabilidades da Copa e retira 14 obras

O Governo Federal publicou nesta segunda-feira uma atualização da matriz de responsabilidades da Copa do Mundo de 2014, que consiste em uma série de obras necessárias para melhorar a infraestrutura das sedes do Mundial. A última versão, entretanto, conta com 14 itens a menos. A economia será de cerca de R$ 1,2 bilhão.?

A cidade que mais viu mudanças foi Porto Alegre. A atualização da matriz retirou dez melhorias da capital gaúcha, todas elas envolvendo questões de mobilidade. De acordo com a nova versão, publicada pelo ministério do Esporte, as retiradas ocorreram por conta de solicitação do responsável local.

Além de Porto Alegre, outras quatro cidades excluíram obras na matriz de responsabilidade. Belo Horizonte retirou reforma na Via 710, enquanto Curitiba descartou corredor na Avenida Cândido de Abreu.

Já no Rio de Janeiro a obra que não estará pronta para a Copa de 2014 será o término da reforma do terminal marítimo do Porto. Por último, Recife não conseguirá entregar a tempo a reforma do aeroporto local.