Corinthians confirma que sete dos 12 acusados presos na Bolívia foram soltos


O clube informou que se empenhou na soltura dos torcedores e que continuará tentando libertar os demais torcedores. “A felicidade pela libertação dos sete cidadãos brasileiros, no entanto, não é maior que a força e o engajamento com que o Sport Club Corinthians Paulista seguirá trabalhando para que todos os outros cinco torcedores tenham os seus direitos respeitados”.

Os 12 torcedores foram presos após a morte do estudante boliviano durante o jogo entre Corinthians e San José (time boliviano), na Bolívia, na disputa pela Taça Libertadores da América. Espada morreu ao ser atingido por um sinalizador. Para os policiais bolivianos, o sinalizador foi disparado da área onde estavam os torcedores brasileiros. Eles negam responsabilidade na morte de Espada.