Masters de Miami: Ferrer vira sobre Haas e vence semi de "trintões"

Em uma semifinal que reuniu dos tenistas na casa dos 30 anos de idade nesta sexta-feira, David Ferrer venceu Tommy Haas de virada. O espanhol está classificado à decisão do Masters 1000 de Miami após bater o alemão de virada por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/2 e 6/3.

A partida chamou a atenção pela idade relativamente alta dos jogadores, que ainda se mantêm em alto nível: Ferrer completa 31 anos em 2 de abril, enquanto Haas faz 35 um dia depois.Segundo informações da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), esta foi a primeira vez na história do torneio de Miami que dois atletas de 30 anos ou mais se enfrentaram na semifinal. Foi também a quinta vez desde 1990 que dois jogadores dessa faixa etária se encontraram na semi de um Masters. A primeira semifinal do Masters de Miami foi equilibrada e durou duas horas e dois minutos. Ferrer precisou virar não só a partida como também o terceiro set, no qual Haas chegou a abrir 3/1, mas sofreu cinco games seguidos até ser derrotado.

Garantido na decisão, o espanhol aguarda para conhecer o adversário, que sai do duelo entre o britânico Andy Murray, terceiro colocado do ranking mundial, e o francês Richard Gasquet, o décimo.

Ferrer é atualmente o número 5 do mundo e com o resultado subirá uma posição na atualização da lista, na próxima semana, ultrapassando o compatriota Rafael Nadal. Na final na Flórida, marcada para este domingo, atleta de 30 anos tentará o 21º título da carreira e o segundo de Masters 1000 - conquistou o de Paris, em 2012.

Veterano que se tornou profissional em 1996 e foi o número 2 do planeta em 2002, Haas ocupa a 18ª posição do ranking e, apesar da derrota, voltará ao top 15 pela primeira vez desde 2008. O tenista teve a carreira marcada por problemas físicos e permaneceu afastado das quadras por 14 meses entre 2010 e 2011, recuperando-se de cirurgias no quadril e no cotovelo direitos.

Nesta semana, o alemão voltou a brilhar ao superar o sérvio Novak Djokovic nas oitavas de final em Miami. Haas não se classificava à semi de um Masters desde Paris 2006. Dos 13 títulos de sua carreira, um é desse nível, conquistado em Stuttgart, em 2001.