Brasileira vai ensinar “Passinho do Volante” para Bolt e levá-lo para favela

O desafio está lançado. A velocista Rosangela Santos, que participa do mesmo desafio de Usain Bolt na Praia de Copacabana, vai se aproveitar da proximidade com o bicampeão olímpico dos 100 m e 200 ms para ensiná-lo a dançar a coreografia da música do momento no Brasil: o Passinho do Volante, conhecido pelo refrão “ah, lelek lek lek”.

"Vou ensinar e, assim que ele terminar de correr no domingo, vai ter que dançar para a galera", disse a velocista, que vai disputar uma preliminar da prova de Bolt contra outras atletas brasileiras. Perguntada se ela achava o jamaicano bonito, ela titubeou: "é simpático".

Bolt afirmou na quinta-feira que pretendia conhecer a vida noturna do Rio de Janeiro. Rosangela pretende levá-lo para Bento Ribeiro - lugar onde o ex-atacante Ronaldo foi criado - para curtir um samba misturado com hip hop.

"Acho que ele tem que ir num lugar que toque música brasileira, né? Aí o ideal seria levá-lo para Bento Ribeiro, no Sou Samba. Mas vai ser difícil ele aceitar. Aí vamos ficar pela zona sul mesmo", afirmou.

A atleta brasileira contou que é muito difícil se aproximar de Bolt durante as competições oficiais porque ele tem de correr todo dia e acaba ficando mais tempo concentrado. No Brasil, a prova é extra-oficial e a agenda tem várias brechas. Neste sábado, a organização prevê apenas um compromisso para o jamaicano: um jogo de futevôlei, na praia, às 11h. Dá tempo de aproveitar a vida noturna.