Goleiro quer processar torcedor que pediu por seu suicídio no Facebook  

O goleiro alemão Timo Hildebrand, 33 anos, rebelou-se e pretende processar um torcedor que postou uma mensagem na conta oficial do atleta no Facebook pedindo que este se suicidasse. A frase foi publicada após o jogador ser titular na derrota de seu time, o Schalke 04, por 3 a 0 na visita ao Nuremberg, no último sábado, pelo Campeonato Alemão.

No último domingo, Hildebrand usou a conta para escrever uma frase na qual exibe o post do internauta e se diz “chocado” com o conteúdo. “Isso não pode ser tolerado. Estou curioso para saber como isso será discutido aqui”, disse.

Conforme publica o diário alemão Bild, mais de 3 mil pessoas já haviam comentado a mensagem até a manhã desta terça-feira – a maioria condenando a atitude do torcedor.

A frase que criou a polêmica foi postada pelo internauta Don Jannis, possivelmente com um perfil falso que já foi deletado. O conteúdo era o seguinte: “seu estúpido bastardo! Atire em você mesmo, por favor. Você não é capaz de nada”.

Ao periódico, Hildebrand explicou ter uma “tolerância alta” com as críticas, mas analisou que o torcedor em questão “claramente passou do limite”. O goleiro disse ter interesse em tomar ações legais contra o internauta, tentando localizá-lo por meio da rede social.

Conforme ressalta o diário, o agente de Hildebrand é Jörg Neblung, o mesmo que trabalhava com o também goleiro alemão Robert Enke.

Enke defendia o Hannover 96 quando cometeu suicídio em novembro de 2009, aos 32 anos, jogando-se em frente a um trem expresso em uma linha em Eilvese, na região de Hannover. O goleiro sofria de depressão desde a perda da filha, Lara, que morreu aos 2 anos de idade em 2006, devido a uma rara doença cardíaca.