Santos domina Goiás e é campeão da Copa SP após 28 anos de jejum

O Santos coroou a boa campanha na Copa São Paulo de 2013 conquistando o título da competição nesta sexta-feira, data do aniversário da cidade de São Paulo. Com boa atuação das jovens revelações Neilton e Giva, a equipe santista venceu o Goiás, por 3 a 1, e conquistou o bicampeonato da competição de juniores após 28 anos de jejum - o primeiro título alvinegro foi em 1984. 

Muito superior na primeira etapa, o time paulista abriu dois gols de vantagem e ainda teve que superar dois sustos no início do segundo tempo para, enfim, levantar a taça novamente.

Os comandados do treinador Claudinei de Oliveira começaram a partida sufocando a equipe do Goiás. Com forte marcação no campo ofensivo, o Santos desperdiçou boas chances de inaugurar o marcador nos primeiros minutos do jogo. Mas aos 35min a defesa do Goiás cometeu o primeiro erro grave: Emerson roubou a bola na grande área goiana e foi derrubado por Allef. Na cobrança de pênalti, Pedro Castro conseguiu superar o goleiro Paulo Henrique, que havia defendido quatro pênaltis na semifinal diante do Bahia.

O segundo gol não demorou a sair. Felipe errou na saída de bola do Goiás e entregou perdeu a divida para Léo Citadini. Neilton pegou a sobre e arrancou em contra-ataque. O atacante invadiu a área e apenas tocou por cima de Paulo Henrique: 2 a 0.

No segundo tempo o Goiás acordou e diminuiu com Arthur, aos 3min. Arthur recebeu na entrada da grande área, ajeitou pela direita e chutou cruzado sem dar chance para Gabriel Gasparotto. Com o gol, o Santos se perdeu em campo. Três minutos mais tarde, o time goiano teve a chance de empatar a partida. Wallace derrubou Erik na grande área e o árbitro marcou pênalti. Liniker chutou forte no canto direito de Gabriel Gasparotto, e a bola triscou a trave pelo lado de fora.

Após superar os sustos, o time santista conseguiu voltar a criar chances e dominou a partida. O terceiro gol saiu aos 17min do segundo tempo. O atacante Giva, um dos principais destaques do time na campanha da Copa São Paulo 2013, fez bela tabela com Neilton, invadiu a grande área e não deu chances a Paulo Henrique: 3 a 1, e título garantido.