Na volta de Valdivia, Luan marca e Palmeiras vence 1ª no Paulista

No confronto entre novos times da segunda divisão nacional, o Palmeiras venceu o Oeste pelo Campeonato Paulista, nesta quarta-feira. O placar de 3 a 1 só foi assegurado no fim, quando Valdivia deu passe para Luan marcar o terceiro e aliviar a pressão em cima de ambos. Foi a primeira vitória alviverde na competição, já que na rodada anterior tinha empatado por 0 a 0 com o Bragantino. Foi o primeiro jogo do Palmeiras com Paulo Nobre como presidente - ele foi eleito na noite da última segunda-feira. 

Os primeiros minutos de jogo foram agitados em São José do Rio Preto. Aos 6min, por exemplo, Ayrton acertou belo cruzamento para Barcos, mas o argentino demorou para chutar e foi cortado. Já o Oeste chegou bem aos 9min, em finalização de Serginho que foi espalmada por Fernando Prass. Aos 15min, um lance inusitado quase abriu o placar: após escanteio, um defensor do Oeste mandou a bola contra a própria meta, e o goleiro Fernando Leal teve que fazer "milagre" para defender. E mais uma vez a resposta veio rápida: aos 22min, Serginho cobrou falta perigosa, mas Prass se esticou para espalmar.

Até que, aos 26min, o Palmeiras conseguiu desencantar: após outro bom cruzamento de Ayrton, Souza disputou no alto, e Barcos apareceu sozinho para pegar o rebote e abrir o placar. O time alviverde então se empolgou e conseguiu ampliar a vantagem após cinco minutos: Wesley avançou pela esquerda e cruzou para Patrick Vieira, que emendou um bonito voleio e marcou o segundo.

O Palmeiras ainda teve chances de ampliar o placar no primeiro tempo, mas o placar de 2 a 0 foi mantido até o intervalo. No segundo tempo o Oeste voltou ligeiramente melhor e teve bom ataque aos 7min, mais uma vez com Serginho, mas Prass apareceu para fazer a defesa. Foi um lance isolado, já que aos poucos o time alviverde passou a ter mais posse de bola de novo e tentou esfriar o jogo.

Aos 18min, uma substituição animou a torcida, já que Valdivia entrou em campo no lugar de Patrick Vieira. Mas um vacilo logo depois disso assustou os palmeirenses: o destaque do Oeste, Serginho, foi lançado de frente para o gol, deslocou Henrique e tocou para o fundo da rede. O lance fez o time do interior partir para cima e preocupou o técnico Gilson Kleina, que trocou Souza por João Denoni para reforçar a marcação no meio-campo.

Mesmo recuado, o Palmeiras passou a sair em velocidade e criou chances de matar o jogo. Aos 29min, após passe de Juninho na linha de fundo, Ayrton tocou para o gol que parecia aberto, mas o goleiro Fernando Leal conseguiu esticar o pé para fazer outra grande defesa. Depois, aos 33min, Valdivia descolou ótimo passe para Maikon Leite, mas o atacante finalizou por cima do gol.

O Palmeiras só foi definir o placar aos 44min, quando Valdivia cruzou para a área, e Luan apareceu para desviar para o gol. O atacante tinha saído vaiado no primeiro jogo do ano e chegou a dizer que estava "de saco cheio" dessa situação, por isso desabafou na comemoração.