Fã do Milan, Massa torce por retorno do amigo Kaká ao clube

Torcedor fanático do São Paulo, o brasileiro Felipe Massa também tem um time na Itália: o Milan. Dizendo-se amigo do compatriota Kaká, o piloto da Ferrari na Fórmula 1 mostrou a torcida por um acordo com o Real Madrid para que o meia volte a defender o clube rubro-negro.

Massa falou sobre o assunto nesta segunda-feira, em vídeo chat ao vivo no site oficial da Ferrari. Questionado por um internauta se seu filho, Felipinho, 3 anos, também torcerá pelo Milan, o piloto da Ferrari desconversou e destacou a preferência pelo São Paulo.

“Eu torço para o São Paulo, espero que meu filho torça primeiro para o São Paulo”, disse, rindo. “E depois na Europa se torcer pro Milan também vou ficar contente, mas a coisa mais importante é o São Paulo, o time de que gosto”.

Massa, 31 anos, explicou que passou a apoiar o time de Milão desde que passou a viver na Itália, quando tinha 18 anos. O piloto foi reserva da Ferrari na F1 em 2003 e é titular da equipe desde 2006.

“Quando cheguei havia tantos brasileiros bons que jogavam no Milan, então gosto muito do time. Espero também que agora volte outro brasileiro, o Kaká, que é meu amigo. Espero que ele volte, e torcerei ainda mais”, projetou.

Kaká, 30 anos, atuou no Milan com sucesso entre 2003 e 2009, sendo eleito pela Fifa o melhor jogador do mundo em 2007, e estaria próximo de voltar ao clube. Segundo o jornal italiano La Gazzetta dello Sport, o vice-presidente da equipe italiana, Adriano Galliani tem viagem marcada a Madri para esta terça-feira, quando negociará a contratação do jogador.

O Milan e o Real Madrid já teriam um acordo para um empréstimo de 30 meses, mas ainda falta um acerto quanto aos salários do brasileiro: ele recebe 10 milhões de euros (R$ 27,1 milhões) anuais na Espanha e estaria disposto a baixar os rendimentos para 7,5 milhões (R$ 20,3 milhões), mas a entidade italiana teria a intenção de pagar no máximo 5 milhões (R$ 13,5 milhões) por temporada.