Palmeiras lamenta pênalti perdido, mas vê resultado injusto

O Palmeiras ficou perto de marcar seu primeiro gol na temporada, mas Hernán Barcos errou cobrança de pênalti e a equipe ficou no empate por 0 a 0 com o Bragantino. Após a partida, os jogadores do time alviverde lamentaram a penalidade desperdiçada, mas analisaram que a equipe paulistana merecia ter deixado o Pacaembu com a vitória.

"Foi um erro, mas o que vou fazer? Temos que continuar o trabalho. Fui tentar bater longe do goleiro, mas infelizmente errei. Pegou na trave", lamentou Barcos. "Criamos um pouco, mas é o primeiro jogo. Estamos meio inseguros. Vamos tentar fazer melhor. Acho que merecíamos ganhar. Nós buscamos a partida. Mas não ganhamos. Tem que ter paciência", recomendou o argentino.

O Palmeiras dominou a partida e pouco foi ameaçado nos 90 minutos. Por outro lado, o goleiro Rafael Defendi, do Bragantino, também foi pouco acionado. A equipe alviverde controlou a bola em seu campo de ataque e teve dificuldades para superar a defesa bragantina.

Para o goleiro Fernando Prass, que fez sua estreia com a camisa do Palmeiras, a equipe vai melhorar com a sequência de jogos. "Poderíamos ter vencido, foi a única equipe que fez alguma coisa para merecer a vitória. Tivemos um volume de jogo grande. É início de temporada e ainda o time está estático. Mas vai melhorar com treinamentos e sequência de jogos", apostou.

O técnico Gilson Kleina fez três substituições para tentar dar nova cara ao time, mas não foi possível obter a vitória. O treinador seguiu a linha de considerar o triunfo um resultado provável e enxergou aspectos a serem elogiados. "No contexto geral, a análise que posso fazer é que poderíamos ter saído com a vitória mesmo com a dificuldade do jogo", afirmou.

"Vi a equipe com dificuldade em alguns aspectos, mas organizada. Enfrentamos uma equipe que abdicou do jogo pelo contra-ataque. Quando você faz pra abrir esse ferrolho, necessita das laterais, da movimentação, do drible, do chute de meia e longa distância. Tivemos algumas chances, com Mazinho e Barc