Vasco se despede de Pedrinho com vitória sobre Ajax

A festa ficou completa em São Januário, neste domingo. Em amistoso organizado para marcar a aposentadoria do ídolo Pedrinho, o Vasco conseguiu vencer o Ajax por 1 a 0 e deixou a torcida feliz. O meia começou jogando, foi substituído no segundo tempo, voltou nos minutos finais e até protagonizou boas jogadas em campo. A única menção triste fica por conta do gramado ruim, que atrapalhou o desempenho dos jogadores.

A emoção já tomou conta de São Januário antes do jogo começar. Isso porque Pedrinho fez sua entrada sozinho e foi bastante festejado pela torcida. Com a faixa de capitão e a camiseta de número 98, em referência ao ano em que foi campeão da Copa Libertadores, ele recebeu uma placa das mãos do presidente Roberto Dinamite. "Para mim hoje é como se fosse o dia em que eu estou recomeçando minha carreira. É uma emoção indescritível", disse o meia, em campo, antes de agradecer a todos que iriam participar da festa.

Quando a partida começou, rapidamente chamou atenção o estado ruim do gramado em São Januário. Vasco e Ajax sofreram para se adaptar a um campo com buracos tampados com muita areia. Mesmo assim, aos 14min, Pedrinho se destacou com um toque de letra para Carlos Alberto, em jogada que não teve continuidade, mas empolgou a torcida. E um minuto depois Wendel aumentou ainda mais a festa vascaína. Após cobrança de falta de Bernardo, ele desviou de cabeça e marcou o primeiro gol do jogo.

No decorrer do primeiro tempo, o Ajax mostrou pouca capacidade de reação. Comandado pelas boas atuações de Carlos Alberto e Bernardo, o Vasco até criou novas oportunidades, mas não conseguiu aumentar a vantagem. Pedrinho ficou mais discreto em campo, mas ainda assim ouviu pedidos da torcida para que continue a jogar.

No segundo tempo era esperado que o astro do jogo nem voltasse a campo. Mas Pedrinho continuou e se manteve como protagonista: aos 8min, ele aplicou um lindo "chapéu" no dinamarquês Eriksen, um dos principais jogadores do Ajax, e levou os vascaínos ao delírio. Poucos antes, aos 4min, o meia quase viu o Vasco marcar de novo. Após rebote na área, Thiaguinho até chutou a bola para rede, mas estava impedido. 

Demorou, mas o Ajax enfim criou chances de gol, sendo que uma foi perdida de forma incrível, aos 13min. Talvez atrapalhado pelo gramado ruim, De Jong chutou por cima do gol, mesmo sozinho e dentro da pequena área. Logo depois desse lance, Pedrinho saiu de campo, substituído pelo recém-contratado Fellipe Souto e bastante aplaudido por todos.

Por ser apenas um amistoso, as substituições eram ilimitadas e por isso os dois treinadores mexeram bastante nos times. O Vasco trocou até o goleiro, com Michel Alves no lugar de Alessandro. E rapidamente o novo titular teve que mostrar serviço: aos 30min, Enoh recebeu a bola sozinho na área, mas Michel conseguiu evitar o empate. Mas a reação holandesa parou por aí e, aos 44min, Pedrinho ainda voltou para o jogo, apenas para que a torcida pudesse ver seu ídolo jogar pela última vez.