Com experiência obtida em 2012, Samuel está pronto para ajudar o Flu

Em meio a especulações de contratações de início do ano, a posição de centroavante no Fluminense está bem servida. O clube tem Fred, artilheiro e capitão, e Samuel. O trabalho bem executado pelo garoto de Xerém em 2012 rechaçou a hipótese de buscar um suplente para o camisa 9. O “Tanque”, como é chamado carinhosamente por Fred, conquistou não só o goleador, mas também a torcida tricolor. 

Com gols importantes em 2012, Samuel está pronto para servir quando for convocado para missão: "Meu ano foi bom, apesar de um começo difícil, o Abel sempre acreditou em mim, dizia que ia contar comigo quando precisasse. Ele sabia que quando o Fred não pudesse jogar eu iria dar conta do recado. Graças a Deus as coisas foram acontecendo, pude ajudar a equipe com passes e gols e me firmei no elenco do Fluminense. Vou estar pronto para quando for solicitado pelo Abel", afirmou.

O jogador lembra do início complicado que passou quando subiu aos profissionais do Flu. A fase escassa de gols no começo do Brasileiro deixou uma certa desconfiança na torcida tricolor:

"Foi complicado. Se eu começasse a pensar muito em fazer gols, ia ficar ainda mais ansioso. Foquei em jogar bem, em ajudar o time. O gol iria sair naturalmente. Só que não vinha. Passei uns quatro jogos sem fazer gol. O Abel e o grupo me ajudaram muito. Depois do jogo do Atlético-GO, que marquei, os gols foram acontecendo, pude ajudar o Fluminense", comentou.

Samuel marcou cinco gols no Campeonato Brasileiro do ano passado. Todos eles importantíssimos. Contra o Sport no primeiro turno em Volta Redonda, ele marcou o gol salvador na vitória por 1 a 0. Dos cinco gols marcados, Samuel elegeu os mais decisivos e o mais bonito:

"Acho que contra o Náutico foram os mais importantes. Marquei dois (o Flu venceu por 2 x 0). Poucos times conseguiram vencer eles lá nos Aflitos. O mais bonito sem dúvida nenhuma foi contra o Santos no Engenhão onde marquei um gol de chapa no ângulo", lembrou.


Site do Flu