De octógono a Gato de Botas, São Silvestre tem show de fantasias

Todo dia 31 de dezembro, a criatividade dos competidores é um dos principais atrativos da corrida de São Silvestre. E em 2012, os fantasiados tentaram novamente se superar. De octógono de UFC com direito a Anderson Silva até um traje completo do Gato de Botas, personagem da franquia de filmes Shrek, as vestimentas diferentes chamam atenção de quem passa pela Avenida Paulista na manhã desta segunda-feira.

A fantasia mais extravagante é a de Lúcio Monteiro, 42 anos. Vestido de árbitro do UFC, o dentista de Goiânia montou um octógono de MMA em volta de si, com um boneco do lutador Anderson Silva no centro, e espaço para que as pessoas entrem na "jaula" e tirem fotos ao lado do campeão dos pesos médios.

"Já corro a São Silvestre há 15 anos e sempre procuro uma fantasia de tema diferente. Já fui o Maracanã em obras, tive fantasias que fizeram sucesso. Este ano, pensando em um tema, pensei no Anderson Silva. Ele é um herói nacional e decidi fazer essa homenagem, ele merece", explicou Lúcio, que espera dificuldades para empurrar o octógono por todo o trajeto.

"Vai ser um pouco difícil correr com o octógono, mas empurrando acho que vou conseguir ir bem", afirmou. A fantasia tem rodinhas para facilitar o transporte, além de um símbolo do Corinthians estampado.

Já o ambulante Francisco Chagas, 47 anos, veio de Luzilândia, sertão do Piauí, vestido de Gato de Botas. "Todo ano eu venho fantasiado. Já vim de Roberto Carlos, Michael Jackson, Jesus Cristo, Rocky Balboa, já corri até de perna de pau. Este ano pensei em alguma coisa diferente, e aí escolhi o Gato de Botas. Ele fez tanto sucesso no filme do Shrek que ganhou até um filme próprio. É uma alegria muito grande correr com essa fantasia porque ele representa muito da minha agilidade", discursou.

Outras fantasias de destaque incluem a dupla Super-Homem e Mulher Maravilha, o "Rei do Rock" Elvis Presley, e o jogador Ronaldinho com a camisa 10 da Seleção Brasileira. O aposentado João da Motta, porém, prefere um traje de rei - segundo ele, representando o antigo imperador do Brasil.

"Essa minha fantasia é de Dom Pedro, já estou com ela há muito tempo. Criei a fantasia quando fui correr em Brasília, fui representando o rei. Hoje vou correr igual a um rei", brincou João, 75 anos, que corre a São Silvestre há 40.