Corintianos enrolam a língua em mensagens para vítimas do tsunami

Os jogadores do Corinthians tiveram uma árdua tarefa no primeiro dia de treinamentos em solo japonês visando a estreia no Mundial de Clubes da Fifa. Nada de ensinamentos táticos, e instruções sobre os possíveis adversários para a partida semifinal do torneio, porém. Os atletas gravaram mensagens citando nomes de equipes do futebol japonês, que sofreram um duro golpe em suas estruturas após o tsunami que devastou o país, em março do ano passado, deixando mais de 20 mil mortos. Aí foi o momento de enrolar a língua.

"Asutoron", disse, com dificuldade, o meia Danilo. "É só isso, asutoron?", voltou a questionar, sobre um dos times que sofreram abalo após uma das maiores tragédias naturais da história do país. "Tá bom", concordou o goleiro Cássio, que pulou três palavras e disse apenas "Shonedan". "Primeiro isso, e depois meu nome", tirou a última dúvida o arqueiro.

Ao perceber que o cartaz que o produtor da equipe japonesa da Fifa segurava mais três palavras, Cássio se redimiu e desta vez, usando também um bom inglês, conseguiu se sair bem: "Toyama Soccer Sports Shonedan".

Já o meia Edenílson foi quem se saiu melhor, mesmo tendo a equipe mais difícil para pronunciar: "nokoso for wins", disse, num "inglês-nipônico". "Gostaria de desejar que vocês tenham muita força nesse momento difícil", completou com a mensagem que os jogadores alvinegros diziam, após se apresentarem.

"Meu nome é Cássio. Boa recuperação a todos e que rapidamente vocês possam voltar para as suas casas e que suas famílias possam ter uma ótima recuperação", emendou o goleiro corintiano. "Meu nome é Danilo e quero desejar que tenham muita força e superação para melhoras do país", completou. Outros jogadores do Corinthians, como o lateral Fábio Santos e o zagueiro Paulo André também deixaram sua mensagem de otimismo.

Os depoimentos curtos dos corintianos serão exibidos em documentário e integrarão mensagens no telão dos jogos do Mundial de Clubes da Fifa, de acordo com o produtor das gravações. Jogadores de outras equipes do torneio internacional, como Chelsea e Monterrey, também vão gravar mensagem de apoio para os clubes japoneses.