Palmeiras faz limpa na defesa e oficializa mais 4 dispensas

Dias depois de anunciar que cinco jogadores não terão o contrato renovado e que mais 11 estavam disponíveis para transferências, o Palmeiras divulgou nesta segunda-feira que mais quatro atletas deixarão o Palestra Itália nos próximos dias: com três defensores na lista, o clube palestrino oficializou as dispensas do lateral direito Artur, dos zagueiros Thiago Heleno e Adalberto Román e do volante Corrêa. 

Dos quatro nomes, o que mais surpreende é o de Thiago Heleno, que chegou a ser apontado em 2011 pelo então treinador Luiz Felipe Scolari como o "um dos melhores zagueiros do Brasil". Titular absoluto do time com Felipão, o jogador perdeu espaço nesta temporada em decorrência de sucessivas contusões. O Palmeiras, assim, optou por não renovar seu vínculo. Os outros três atletas haviam chegado ao Palestra Itália ao longo deste ano e também tinham seus contratos em vias de expirar. 

Desta forma, sobe para 20 o número de jogadores que não continuarão no Palmeiras para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. Na última quinta-feira havia sido comunicado que o lateral esquerdo Leandro, o volante João Vitor, o meia Daniel Carvalho e os atacantes Betinho e Obina não renovariam com o clube alviverde. 

Além deles, haviam sido dado como negociáveis os goleiros Carlos e Pegorari, os zagueiros Wellington e Leandro Amaro, os laterais Fabinho Capixaba, Luís Felipe e Gerley, os meio-campistas Tinga e Patrik, os atacantes Tadeu e Daniel Lovinho.