Marin cria nova diretoria na CBF e quer colocar são-paulino, diz jornal

Após extinguir o cargo de diretor de seleções e criar um de coordenador, parece que o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), José Maria Marin, não deve parar as mudanças dentro da entidade por aí. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, o dirigente criará uma nova diretoria de relações exteriores dentro da CBF. E já há um nome cogitado para ocupar o novo cargo: Carlos Caboclo, homem com ótimo trânsito dentro da Conmebol e da Fifa. 

Caboclo é diretor de relações internacionais do São Paulo, clube pelo qual torce Marin, e tem vasto conhecimento das autoridades estrangeiras do futebol. As mudanças dentro da CBF começaram na última terça-feira, quando Andrés Sanchez entregou sua carta de demissão por achar que faria um papel de "rainha da Inglaterra" na entidade. Marin, então, resolveu extinguir o cargo de diretor de seleções e criar um de coordenador, para o qual chamou Carlos Alberto Parreira.