Pirlo perde pênalti, mas Juventus vence clássico e segue líder

O clássico de Turim acabou como esperado, apesar de ter acontecido uma surpresa na partida: durante o primeiro tempo, Pirlo errou feio uma cobrança de pênalti para a Juventus. Mesmo assim o time dele venceu o Torino por 3 a 0 e, com isso, segue na liderança do Campeonato Italiano. O principal destaque do jogo foi Marchisio, que marcou dois gols na vitória.

Agora a líder Juventus soma 35 pontos e não pode ser alcançada pelo Napoli, que tem 30. Já o Torino está na luta contra o rebaixamento e pode se complicar nesta rodada. O time tem 15 pontos apenas, enquanto a primeira equipe na zona de degola, o Siena, está com 11 e um jogo a menos.

Superior na tabela e no elenco, a Juventus fez o que devia desde o começo, ou seja, dominou completamente a partida. Mas o Torino armou uma eficiente retranca que segurou os adversários pelo menos até os 36min. Foi quando Glik cometeu uma entrada dura em Giaccherini no meio-campo e foi expulso. 

Com um a menos, o Torino teve mais dificuldades para segurar o placar, e a Juventus teve um pênalti a seu favor. Pirlo foi para a cobrança, mas fez algo que não costuma fazer: pegou muito mal na bola, chutou por cima do gol e desperdiçou a melhor chance de abrir o placar no primeiro tempo.

Porém, demorou apenas 11min do segundo tempo para a Juventus enfim fazer valer a vantagem numérica em campo: após cruzamento da direita, Marchisio apareceu de surpresa na área e "mergulhou" para fazer o gol de cabeça. O lance desanimou de vez o Torino, que viu o placar ser ampliado dez minutos depois: Giovinco recebeu a bola pela direita, chutou cruzado e conseguiu marcar o segundo gol do jogo.

Ainda houve tempo para um belo gol da Juventus: aos 37min, após cruzamento preciso da direita, Vucinic escorou de peito para Marchisio. O meio-campista chegou de surpresa na área mais uma vez e finalizou de primeira para o gol.