RJ: Flamengo não descarta incêndio criminoso em ginásio

O Clube de Regatas Flamengo divulgou uma nota nesta quinta-feira lamentando o incêndio ocorrido no ginásio do clube, localizado na Gávea, zona sul do Rio de Janeiro. O fogo destruiu parte do teto do ginásio, onde funcionavam as quadras de vôlei e basquete, por volta das 8h30 da manhã de hoje. Segundo a assessoria do clube, nenhuma hipótese está descartada quanto às causas do incêndio, inclusive que tenha motivação criminosa.

"A nossa caixa elétrica está intacta, não foi uma pane, e não há nenhum indício que nós possamos adiantar, só após a conclusão da perícia. A partir daí, nós podemos esclarecer tudo. O importante que tão logo que o incêndio se iniciou, o clube foi isolado", afirmou a presidente do Flamengo, Patrícia Amorim.

O prédio atingido fica na sede social do clube, atrás do parque aquático, e as atividades foram suspensas. "O Flamengo investiu R$ 400 mil na reforma desse ginásio e recebeu R$ 300 mil em equipamentos, em apoio do Comitê Olímpico Brasileiro. Vamos reconstruir. Assim que a perícia acabar, começa o trabalho de reconstrução e recuperação desse ginásio", informou Patrícia.