Visita de Valcke a Itaquera tem Ronaldo goleiro e gafe de ministro

Em meio a momento importante para os rumos da Seleção Brasileira e da CBF, a visita de Jérôme Valcke, secretário da Fifa, teve clima descontraído em Itaquera, São Paulo. Valcke se atualizou sobre o estágio das obras da Arena Corinthians e elogiou o trajeto rápido entre o centro da capital e o estádio que abre a Copa do Mundo de 2014. Ele teve as companhias das seguintes autoridades: José Maria Marin, presidente da CBF; Marco Polo Del Nero, presidente da Federação Paulista, vice da CBF e membro do comitê executivo da Fifa; Gilberto Kassab, prefeito de São Paulo; Ronaldo e Bebeto, do Comitê Organizador Local; e Aldo Rebelo, ministro do Esporte.

E coube ao próprio Aldo a principal gafe da manhã: palmeirense, o ministro previu duelo entre Corinthians e Palmeiras na próxima Copa Libertadores, mas a previsão de entrega do estádio é dezembro de 2013. Aldo Rebelo ainda ouviu vaias bem humoradas de operários corintianos e uma resposta de Ronaldo. "Preto, branco e vermelho não vai entrar aqui (no gramado). O verde muito menos. Não sei se você (Aldo) reparou, mas esse gol é muito menor que o outro. Ali, a bola do Palmeiras não vai entrar nunca", brincou.

Ronaldo, a propósito, comandou uma série de pênaltis cobrados pelas autoridades na Arena Corinthians e se arriscou no gol. Sem se esforçar muito, ele foi vazado pelo prefeito Gilberto Kassab e pelo ministro Aldo Rebelo. Na sequência, Aldo foi para o gol e não conseguiu defender finalizações do próprio Ronaldo e de um desajeitado Jérôme Valcke. Enquanto isso, reservadamente, José Maria Marin e seu inseparável companheiro Marco Polo Del Nero conversavam sob o olhar de Rodrigo Paiva, diretor de comunicação da CBF.

Valcke foi tietado em especial por Ronaldo e Bebeto, que integram o conselho do COL. O primeiro agradeceu a possibilidade de ter a Copa do Mundo em Itaquera e discursou no sentido de que "a zona leste foi esquecida por muitos anos e a Copa traz todos os investimentos ao redor de Itaquera. (...) Tudo isso vai melhorar o bairro e a zona leste em geral. São investimentos altíssimos que a gente não sabe quando viria se não fosse a Copa", disse Ronaldo. Bebeto afirmou que "cada vez mais aprendo com você, Valcke". 

O secretário-geral da Fifa reafirmou que os operários do estádio terão direito a um par de ingressos para um jogo da Copa do Mundo e elogiou os trabalhos em São Paulo. Valcke chegou a Itaquera em trem que partiu, sem paradas, da estação da Luz. Foi um esboço do Expresso da Copa, linha especial para o Mundial em 2014. "Vimos os projetos de mobilidade urbana e chegamos aqui em 19 minutos. É isso que queremos para um jogo de abertura. A Fifa gostaria de parabenizar os envolvidos no projeto", afirmou o francês.