Fifa põe em xeque amistoso do Brasil no Maracanã em junho

Na semana passada, o governador do Rio de Janeiro anunciou um amistoso entre Brasil e Inglaterra para o próximo dia 2 de junho, para marcar o primeiro grande evento do novo Estádio Maracanã. Mas Sergio Cabral corre o risco de ter de voltar atrás. Oficialmente a Fifa já estará de posse do estádio duas semanas antes do início da Copa das Confederações. E a entidade resiste em liberá-lo.

"Eu acho até que pode ser uma boa ideia, mas o Maracanã já estará sendo utilizado pela Fifa na data. Precisamos do estádio para deixá-lo dentro dos padrões para a Copa das Confederações. E não nos fizeram nenhum pedido oficial de liberação", afirmou o secretário geral da Fifa Jerome Valcke.

O próprio secretário-chefe da Casa Civil estadual, Regis Fichtner, foi bem menos taxativo do que o governador Cabral ao abordar o assunto. "Há um desejo da CBF de realizar este jogo no dia 2 de junho. Efetivamente, a partir do dia 27 de maio, o Maracanã será entregue para a Fifa. Vamos conversar com a Fifa. Se for possível, realizaremos o amistoso. Senão, não vai ser realizado", disse o secretário.

A CBF, que demitiu na última semana o técnico Mano Menezes, anunciou apenas dois amistosos para a seleção brasileira em 2013 - contra a própria Inglaterra e também diante de Portugal, em data ainda por ser divulgada.