Em treino restrito, Mano coloca Durval e Cavalieri entre os titulares

O técnico Mano Menezes comandou nesta terça-feira o último treino da Seleção Brasileira antes do confronto contra a Argentina, em Buenos Aires, na quarta-feira, pelo Superclássico das Américas 2012. A atividade no Centro de Treinamentos Dr. Joaquim Grava, do Corinthians, aconteceu pela manhã, com acompanhamento restrito por parte dos jornalistas. 

Na pouca movimentação observada, porém, duas novidades em destaque: Diego Cavalieri e Durval treinando entre os titulares.

Enquanto permaneceu fechado, o que pôde ser visto do treino foram trabalhos técnicos, com os goleiros Jefferson e Diego Cavalieri trabalhando em um dos gols, enquanto o restante dos jogadores fazia treinamento com bola. 

O posterior treino tático, realizado em campo reduzido, pouco ajudou a esclarecer qual será a equipe titular de Mano para o jogo.

Quando Mano distribuiu os jogadores em campo, Diego Cavalieri treinou com o time titular, enquanto Jefferson defendia o gol reserva justamente contra o ataque titular. Por sua vez, o experiente Durval (33 anos) ganhou chance como titular ao lado de Réver, justamente na primeira convocação do santista.

A escalação inicial tinha Diego Cavalieri; Lucas, Réver, Leonardo Silva e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Arouca e Thiago Neves; Neymar e Fred. Nomes como Carlinhos e Jean, ambos do Fluminense, treinaram entre os reservas.

Para o jogo contra os argentinos, o treinador deverá ainda trabalhar opções na defesa e no ataque. No setor defensivo, Fábio Santos e Carlinhos disputam a lateral esquerda. No ofensivo, Fred se apresentou sem as dores que vinha sentindo na panturrilha, mas é principal alternativa de Mano Menezes para atuar ao lado de Neymar no confronto.

Após o treino da manhã desta terça-feira, a Seleção Brasileira volta a se concentrar e embarca para Buenos Aires às 1930 (de Brasília). No dia seguinte, às 22h, a equipe enfrenta a Argentina para decidir o Superclássico das Américas 2012 – no primeiro jogo entre os times nacionais, vitória brasileira em Goiânia por 2 a 1.