Dorival reconhece que atuação do Fla não agradou a ninguém

Treinador explicou que o time ainda está em débito com os torcedores rubro-negros

"Não agradou o resultado, nem a postura". Com essa frase, Dorival Junior analisou a atuação do Flamengo no empate com o Palmeiras, neste domingo (18). Ciente de que sua equipe não apresentou um bom futebol, o treinador rubro-negro admitiu que é preciso mais empenho para amenizar o ‘débito’ com o torcedor.

Contrariado com a atuação da equipe, Dorival explicou que chegou a alertar os jogadores sobre um possível relaxamento e o que isso acarretaria. "Emocionalmente sabia que sentiríamos. Agora, passou. Ainda bem que dos males aconteceu o menor. Já imaginava que pudesse acontecer uma situação como essa, tanto é que alertamos a equipe em todos os sentidos para que não houvesse relaxamento. O Palmeiras entrou para decidir; nós apenas entramos para o jogo, essa foi a diferença considerável da partida. Levamos o gol, tivemos que correr atrás, abrimos, proporcionamos o contra-ataque, demos possibilidade de eles definirem o resultado. Tivemos apenas a felicidade de encontrar o gol na única jogada talvez. É muito pouco. Você acaba não aceitando uma situação como essa, pois estamos em débito com o torcedor", desabafou Dorival.

Para os dois jogos restantes do Brasileirão, diante de Vasco e Botafogo, o técnico do Flamengo espera uma postura diferente. Seja por se tratar de clássicos, seja por comprometimento espontâneo do time.

"Logicamente que trabalhamos buscando novas alternativas. Já esperava que tivéssemos dificuldades. Temos que ter postura diferente. Mas o lado emocional teve peso significativo", finalizou.

Site do Fla