Orgulhoso por igualar Senna, Alonso brinca com rivais e elogia Hamilton 

Em Monza, o espanhol Fernando Alonso igualou o número de pódios do brasileiro Ayrton Senna ao terminar pela 80ª vez na carreira entre os três primeiros. Líder do Mundial de Pilotos com 37 pontos de vantagem para Lewis Hamilton, ele brincou com seus perseguidores e disse que o inglês é o único capaz de vencer corridas sem ter o melhor carro.

Segundo o Marca, o bicampeão disse durante evento de um patrocinador que continua surpreso por ter igualado os pódios de Senna e que "se tivesse que escolher entre Hamilton e (Sebastian) Vettel, escolheria (Kimi) Raikkonen". O alemão da Red Bull está em quarto lugar e o finlandês da Lotus em terceiro.

O espanhol afirmou que, exceto Hamilton, os outros competidores vencem quando "o carro é bom e, quando não é, não ganham". O britânico e Alonso terminaram três etapas nesta temporada na primeira colocação, mais que todos os outros do grid.

O piloto da Ferrari usou o linguajar do futebol e vai tratar as próximas sete corridas como "finais". Lembrou que 37 pontos de vantagem não são nada se há 175 em disputa e tem como objetivo vencer as três etapas seguintes, em Cingapura, Japão e Coreia do Sul.