Massa faz boa corrida, não consegue quebrar tabu e segue sem pódio 

Após ter conseguido a sua melhor qualificação na temporada com o terceiro melhor tempo, Felipe Massa começou a corrida do GP da Itália pulando para a segunda posição, ultrapassando Jenson Button e dividindo a primeira curva com Lewis Hamilton. No início, Massa conseguiu acompanhar bem a corrida e tendo o mesmo ritmo do líder da prova, teve sorte com o abandono de Button e no final cedeu a posição para o seu companheiro Fernando Alonso para conseguir mais pontos e ficar mais fácil para conquistar o título do Mundial de pilotos. 

O vencedor da corrida foi Lewis Hamilton e o brasileiro terminou em quarto lugar e não conseguiu ir ao pódio, fato que não ocorre desde o GP da Coreia do Sul de 2010.

Massa começou muito bem a corrida. Largando em terceiro lugar, o brasileiro pulou para a segunda posição na largada e acompanhou o ritmo de Lewis Hamilton e conseguiu abrir 2 seg para Button. Porém perdeu um pouco de ritmo e na volta 16, o inglês encurtou a distância para 1seg26. Assim, na hora em que o brasileiro fez a parada nos boxes, o brasileiro perdeu a posição para o piloto da McLaren.

Depois da parada para a troca de pneus, Massa caiu novamente para o terceiro lugar e não conseguiu repetir o bom desempenho quando estava com os pneus médios. O brasileiro teve a sorte de reassumir a segunda posição quando o inglês Jenson Button teve que abandonar a corrida na volta 34. O piloto da McLaren foi obrigado a parar o carro por problemas de alimentação de combustível.

Quando assumiu a segunda posição, o terceiro colocado era o alemão Vettel, porém o espanhol Alonso o ultrapassou e não demorou muito para o líder do Mundial ultrapassar o brasileiro. Fato que aconteceu na volta 40 e Massa caiu para a terceira posição.

Mesmo fazendo uma corrida consistente e figurando no pelotão da frente, Massa não conseguiu ir ao pódio e não quebrou o incomodo tabu, terminando na quarta posição fazendo 12 pontos.