Terezinha fatura ouro nos 100 metros 

Após sofrer lesão, atleta consegue quebrar seu próprio recorde

O Brasil deu um show nesta quarta-feira (5), na prova dos 100 m rasos T11 do atletismo, nos Jogos Paralímpicos de Londres. Com Terezinha em primeiro lugar quebrando o próprio recorde mundial da prova, o País viu o pódio ser completo pelas outras duas representantes na disputa: Jerusa Santos e Jhulia Santos, que terminaram com prata e bronze, respectivamente.

A conquista de Terezinha marca a superação da atleta e de seu guia Guilherme Santana, que sofreu uma lesão na última terça e prejudicou a brasileira nos 400 m T12. A atleta nacional era a grande favorita nesta quarta por deter o recorde mundial, mas foi além: cravou 12s01, diminuindo a sua marca de 12s04.

O resto do pódio foi definido em uma chegada emocionante, razão da ligeira demora da organização para liberar o resultado oficial. A foto da linha de chegada mostra as outras três competidoras chegando juntas, mas Jerusa Santos foi consagrada com a prata, com o tempo de 12s75.

Apenas um centésimo atrás, a atleta Jhulia Santos completou o pódio totalmente nacional com o tempo final de 12s76. A única esportista que não levou medalha na final dos 100 m T11 foi a chinesa Juntingxian Jia, que largou bem, mas foi ultrapassada por todas as brasileiras, fechando a prova em 12s79.