Dana White prevê Anderson Silva x St. Pierre em estádio para 100 mil 

A esperada superluta entre Anderson Silva, dono do cinturão dos médios, e Georges St. Pierre, incontestável campeão doe meio-médios, está ainda mais próxima de acontecer. Só dependerá do canadense. Na noite desta terça-feira, em entrevista ao programa UFC Tonight, o presidente do Ultimate Fighting Championship, Dana White, confirmou a proximidade de um possível combate entre os dois astros. Tudo dependerá de uma vitória de GSP sobre Carlos Condit, no UFC 154, em novembro.

"Estamos muito próximos disso: se Georges St. Pierre vencer Carlos Condit, essa poderá ser a próxima luta. Esses caras (Anderson e St. Pierre) querem se enfrentar agora", afirmou Dana White, que já cogita até o local no qual o combate seria realizado: o Cowboys Stadium, em Arlington (Texas), espaço no qual o UFC poderia receber 100.000 fãs. "Se a luta ocorrer, será provavelmente no Texas".

Negada durante muitos anos por Dana White, a possível superluta entre os dois está mais próxima de acontecer em virtude da postura de ambos os lutadores. Depois de bater Chael Sonnen em julho, Anderson Silva se mostrou entusiasmado em encarar St. Pierre. Em conversa com a reportagem do Terra no mês passado, o campeão, recordista com dez defesas de cinturão dentro do evento, admitiu o desejo de encontrar o canadense.

"Até o ponto em que cheguei na minha carreira, acho que agora seria mais interessante fazer uma superluta com o Georges St. Pierre, que é um grande campeão. Teria um conteúdo maior para as pessoas, que se interessariam mais por este combate", disse.

Para realizar o possível encontro entre Anderson Silva e St. Pierre, Dana White admitiu que o combate deverá ser realizado em um peso casado entre os dois, já que o brasileiro luta na categoria até 84 kg, enquanto o canadense na divisão até 77 kg. O próprio "Aranha" demonstrou que uma combinação entre os dois staffs em relação à questão da balança viabilizaria completamente o esperado encontro entre dois dos maiores nomes da história do MMA.

"Em um ponto, acreditava que Anderson gostaria de ir para o meio-médio e tentar o cinturão de St. Pierre, isso que falo é um ponto. Mas acredito em um peso aproximado de 81 kg, já que Georges não quer chegar aos 84 kg dos médios. Um peso combinado faz mais sentido", completou o dirigente máximo do Ultimate, confiante em um supercombate, caso o canadense supere Condit no dia 17 de novembro.