Santos recusa R$ 28 mi por Ganso e lamenta insistência do São Paulo

Após reunião que durou boa parte da noite desta quinta-feira, a diretoria do Santos decidiu recusar a segunda proposta feita pelo São Paulo para contratar Paulo Henrique Ganso. O time do Morumbi confirmou que ofereceu R$ 28 milhões, que seriam divididos entre o clube (45%) e o grupo DIS (55%), mas outra vez o valor foi rejeitado. Uma nota oficial foi publicada no site do Santos para divulgar a recusa, reiterar que "os direitos federativos do atleta não estão à venda" e ainda lamentar a insistência do rival do Morumbi.

A primeira oferta, feita pelo São Paulo na semana passada, somava ao todo R$ 23,2 milhões. O Santos recusou prontamente e já avisou que só aceitaria vender Ganso se recebesse R$ 23,8 milhões livres. Porém, a proposta tumultuou o ambiente santista e gerou até protestos da torcida, que chamou Ganso de "mercenário" e jogou moedas na direção do jogador, após a derrota por 3 a 1 para o Bahia, nesta quarta-feira.

Um dia depois, o São Paulo resolveu mostrar que não tinha desistido da contratação de Ganso e aumentou a proposta pelo meia. Os dirigentes santistas até se reuniram para discutir a situação, mas mantiveram a posição de só liberar o jogador com o pagamento da multa contratual, que atualmente está em R$ 53 milhões. O Santos ainda manifestou apoio a Ganso e disse que ele continua como um ídolo do clube.

Confira na íntegra a nota oficial no site do Santos:

O Santos FC vem a público, mais uma vez, afirmar que a nota oficial publicada na última sexta-feira (reproduzida abaixo) sobre o atleta Paulo Henrique Ganso continua mais válida e atual do que nunca: seus direitos federativos não estão à venda. O meia está sob contrato até fevereiro de 2015 e o documento prevê multas tanto para o exterior quanto para o Brasil. Times interessados devem realizar o depósito relativo ao valor integral da multa na conta corrente do Santos e enviar o comprovante por fax à Presidência.

Lamentamos a insistência do São Paulo FC em enviar propostas com cifras muito abaixo do valor da multa, ignorando a nota oficial do Santos FC. Mais ainda: um dia depois do São Paulo ter desistido da negociação em conversa telefônica entre o seu diretor Adalberto Baptista e o membro do Comitê de Gestão do Santos FC, Pedro Luiz Nunes Conceição. Por conta disso, tal como da primeira investida, rejeitamos liminarmente a segunda proposta encaminhada.

O Clube aproveita a oportunidade para manifestar total apoio a Paulo Henrique Ganso por conta das manifestações ocorridas ao final da partida contra o Bahia, na noite de ontem.

Continuamos confiando no talento e na identificação do jogador com a camisa do Santos, que permanece sendo um ídolo do Clube.

Sobre as últimas notícias envolvendo o atleta Paulo Henrique Ganso, o Santos FC vem a público esclarecer que:

1) Seus direitos federativos não estão à venda. O meia está sob contrato até fevereiro de 2015 e o documento prevê multas tanto para o exterior quanto para o Brasil. Times interessados devem realizar o depósito relativo ao valor integral da multa na conta corrente do Santos e enviar o comprovante por fax à Presidência;

2) Não existe negociação com o São Paulo FC. Pela elegância que rege o relacionamento entre os Clubes, o Santos concordou em receber uma proposta pelo atleta, cujo valor considerou muito abaixo do aceitável. Mas após as últimas notícias publicadas em diversos veículos, o Santos afirma que não ouvirá mais propostas. Reafirmamos: o rompimento do contrato só se viabilizará diante do pagamento integral da multa;

3) Em nome de sua torcida apaixonada, o Santos FC também lamenta as declarações do atleta de que "gostaria de vestir a camisa do São Paulo".

Desta forma, o Santos FC encerra qualquer manifestação sobre este assunto até que se finde o contrato do atleta Paulo Henrique Ganso - fevereiro de 2015 - ou até que se deposite o valor integral da multa contratual.

Temos convicção de que o jogador continuará cumprindo o seu contrato com o talento e o profissionalismo que sempre demonstrou.

A Presidência

Santos Futebol Clube