Sem encantar, Espanha vence Porto Rico em amistoso 

A péssima campanha da seleção olímpica espanhola não atingiu os jogadores da equipe principal em termos de resultado. Em amistoso disputado nesta quarta-feira em um acanhado estádio para 12.500 pessoas, em Porto Rico, a Espanha venceu a limitada seleção portorriquenha por apenas 2 a 1, com gols de Cazorla e Cesc Fàbregas para os espanhóis e Cintrón para os donos da casa. O lado negativo para a campeã europeia foi a lesão do lateral Juanfran, logo aos 16min do primeiro tempo. 

Muito superior tecnicamente ao adversário, a Espanha começou o jogo no ataque, pressionando o adversário. Logo aos 11min, os atuais campeões europeus e do mundo mandaram uma bola na trave com Piqué, de cabeça. A pressão continuou e os espanhóis quase marcaram aos 23min e aos 25min, com Torres e Cazorla, respectivamente. Enquanto a seleção espanhola diminuiu a pressão a partir dos 25min, Porto Rico gastava o tempo como podia. O goleiro Gaudette, inclusive, levou amarelo aos 40mn por cera.

Mesmo com o ritmo menor, a Espanha finalmente abriu o placar aos 41min, em um chute frontal de Cazorla. A partir do primeiro gol, a equipe de Vicente Del Bosque desencantou e os portorriquenhos não conseguiram mais segurar o ímpeto adversário. Ainda antes do fim da primeira etapa, os espanhóis fizeram mais um, desta vez com Fàbregas, que rematou com um voleio após cruzamento de Navas.

Na volta do intervalo, Del Bosque colocou Llorente, Busquets e Sergio Ramos, mantendo a postura ofensiva da equipe, que quase aumentou aos 47min e aos 48min, com Cazorla e Llorente. Entretanto, quem marcou primeiro na etapa final foi Porto Rico, para delírio dos torcedores locais, com Marc Cintrón aos 19min.

O gol de Porto Rico, entretanto, só serviu como consolo para os portorriquenhos. A Espanha continuou melhor mesmo após sofrer o tento e perdeu duas chances com Fernando Llorente e uma com Fernando Torres, quase no fim da partida.