Treinador da Suécia ignora Neymar e elogia Afonso Alves 

A Seleção Brasileira não goza mais do mesmo prestígio de outrora. Sem jogadores entre os melhores do mundo jogando na Europa e com os sucessivos fracassos em competições internacionais, o técnico da Suécia, Erik Hamrém, adversária desta quarta-feira, ignorou Neymar e companhia e destacou um nome inusitado quando perguntado sobre os seus jogadores brasileiros favoritos: Afonso Alves.

Atacante de 31 anos, o atleta, que atualmente defende o Al Rayyan, do Catar, jogou pelo Orgryte, da Suécia, onde foi treinado pela técnico da seleção local, e recebeu vários elogios do ex-comandante. "O melhor jogador que já treinei foi o Zlatan Ibrahimovic, mas tive a oportunidade de trabalhar com ótimos jogadores brasileiros como Afonso Alves", afirmou Hamrém em entrevista coletiva.

Afonso Alves foi revelado pelo Atlético-MG, mas pouco atuou e logo se transferiu para a Suécia, onde defendeu as cores do Orgryte e do Malmo. No país, fez sucesso e rumou para a Holanda, onde chegou a ser artilheiro do campeonato local. Convocado por Dunga para a Seleção Brasileira, o atacante é o único jogador do Brasil a atuar no futebol sueco e vestir a camisa canarinho, onde jogou oito partidas e marcou um gol no ano de 2007.

A Seleção Brasileira enfrenta a Suécia em amistoso nesta quarta-feira, às 15h (de Brasília), em Estocolmo, em amistoso que marca a despedida do Estádio Rasunda, palco da final do primeiro título mundial em 1958.