Início avassalador do Atlético-MG é o melhor da era dos pontos corridos 

A impressionante campanha do Atlético-MG na atual edição do Campeonato Brasileiro é o ponto alto da competição deste ano. O time alvinegro, que não conquista o torneio nacional há 41 anos, possui não apenas a melhor marca de 2012 no certame, mas também se destaca em outras frentes. Isso, porque os mineiros já estão com a maior campanha da história dos pontos corridos e caminham a passos largos rumo ao bi.

Com 12 vitórias, dois empates e apenas uma derrota em 15 partidas disputadas, além do melhor ataque (27 gols feitos, ao lado do Fluminense) e da melhor defesa (apenas oito gols sofridos), o clube de Belo Horizonte está embalado na competição.

Na liderança com 38 pontos - três a mais que o Flu, vice-líder -, os mineiros ainda podem ampliar mais a vantagem para o segundo colocado, pois estão com um jogo a menos na competição - o duelo contra o Flamengo, pela 14ª rodada, que foi adiado devido ao mau estado do gramado do Engenhão.

Mesmo assim, o Atlético-MG possui a maior campanha da história dos pontos corridos se comparados apenas os resultados das equipes até a 16ª rodada da Série A, posição igual à que o torneio está atualmente. Comparação que dá ainda mais brilho à campanha atleticana na competição de 2012.

Desde 2003, quando o formato passou a ser adotado no Campeonato Brasileiro, nenhum time conseguiu atingir os 38 pontos até a 16ª partida realizada. Com 38, o Atlético-MG ainda poderia ter 41, desde que tivesse enfrentado e vencido o Flamengo no confronto remarcado para 29 de setembro.

Mesmo assim, é melhor a equipe do técnico Cuca evitar euforia, já que apenas quatro vezes venceu a competição o clube que liderava a 16ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A na era dos pontos corridos. Foram eles Corinthians (2005), São Paulo (2006), Fluminense (2010) e Corinthians (2011).

O próximo compromisso do Atlético-MG no torneio é nesta quarta-feira, quando os alvinegros viajam para Goiânia para encarar o Atlético-GO, no Serra Dourada, às 20h30 (de Brasília), em duelo válido pela 17ª rodada.