Luis Alvaro descarta liberar Muricy para Seleção e frisa multa contratual 

Após a decepcionante prata na Olimpíada de Londres, Mano Menezes vê seu trabalho novamente contestado. Com isso, o técnico santista Muricy Ramalho, que já foi convidado pela CBF para comandar a Seleção Brasileira uma vez, mas recusou, volta a ser cogitado para ser o treinador do projeto para a Copa de 2014. Contudo, em entrevista à TV Bandeirantes, o presidente do Santos Luis Alvaro de Oliveira, negou qualquer possibilidade disso acontecer. 

"No novo contrato de Muricy com o Santos há uma cláusula, que mesmo que a Seleção o queira, vão ter que pagar uma cláusula pesada". Perguntado sobre a quantidade, ele respondeu: "é altíssima, daria para comprar Xavi e o Messi". 

Sobre o desejo de muitos quererem contar com o técnico, o mandatário usou sua irreverência: "quem namora uma mulher bonita não pode ter medo do assédio dos outros. Ele é nosso até 2013".