Inter quer definir venda de Oscar para o Chelsea até sexta

O meia colorado Oscar, que está servindo a seleção Olímpica do Brasil, confirmou em Londres que está muito próximo de ser reforço do Chelsea, da Inglaterra. O jogador já realizou exames clínicos e só falta ser anunciado oficialmente como reforço do time inglês.

O presidente colorado Giovanni Luigi não confirmou a venda, mas revelou que está tudo muito bem encaminhado e que até sexta-feira a negociação deverá ser concretizada.

A questão está bem adiantada, mas não definida. O Oscar vai ter que ser avaliado pela Liga Inglesa, ele tem que ter um número de convocações para poder atuar na Inglaterra, acredito que isto não será problema¿, destacou Giovanni Luigi, presidente do Inter para a reportagem do Terra.

Em relação a valores a imprensa inglesa noticia que a venda de Oscar gira em torno de 25 milhões de Libras, o que é negado pelo presidente colorado.

Eu não vou confirmar o valor, mas posso garantir que não foi em Libras. Não existe no futebol negociação entre países em Libras, ou é euro ou dólar. Eu também acertei que a parte do São Paulo, que é a de formador do atleta, quem vai pagar é o Chelsea e não o Inter¿, disse Giovanni Luigi.

A reportagem do Terra apurou que o valor da venda de Oscar para o Chelsea é de 25 milhões de euros, com 50% do valor para o Inter e a outra metade para o empresário Giuliano Bertolucci.

A primeira proposta do Chelsea foi de 10 milhões de euros com a primeira parcela de 10 milhões de euros sendo paga até o dia 31 do mês de julho e o restante sendo dividido em três parcelas de cinco milhões de euros que seriam pagas anualmente. A direção do Inter deseja receber os 15 milhões de euros em dois anos e não em três, como oferece o Chelsea.

Para mim é um sonho atuar no Chelsea, mas estas situações quem está resolvendo é o meu empresário Giuliano Bertolucci¿, disse o meia Oscar, durante a entrevista coletiva da Seleção Brasileira, nesta segunda-feira.