Para entrosar peruano Guerrero, Corinthians segura Ramírez 

O Corinthians oficializa nesta quinta-feira a contratação do atacante peruano Guerrero. E, para facilitar o entrosamento do jogador com o elenco, a direção do clube revê a situação de Luis Ramírez, da mesma nacionalidade do novo reforço, e agora trabalha para mantê-lo até o fim da temporada.

Cachito, como é conhecido Ramírez, tem bom relacionamento com o grupo corintiano e é visto como trunfo para ambientar Guerrero. A saída do meio-campista agora é colocada como improvável.

A negociação de transferência do peruano para o Sport perdeu força. Contribuíram para a situação o fato de o clube paulista não topar dividir com o pernambucano o salário do meia; e a saída de Alex, jogador da mesma posição, ser esperada.

Na derrota para o Botafogo, na noite de quarta-feira, por 3 a 1 no Pacaembu, Ramírez foi colocado em campo por Tite no segundo tempo. O peruano completou o quinto jogo pelo time na competição - sete é o número que o impede de se transferir para outro clube da Série A.

Ramírez atuou com Guerrero na seleção peruana. Por problemas físicos, no entanto, o meia não participou da Copa América 2011, competição a qual Guerrero terminou como artilheiro ao marcar cinco gols.