Ronaldinho Gaúcho perde patrocínio de R$ 1,5 milhão por ano da Coca-Cola

A Coca-Cola decidiu romper o contrato de patrocínio com Ronaldinho Gaúcho. O fato aconteceu devido a uma aparição do meia em uma entrevista coletiva rodeado de latas de Pepsi, principal concorrente da empresa.

Em nota, a Coca-Cola informou que o cancelamento aconteceu por conta de "fatos recentes".

"A Coca-Cola Brasil reconhece a trajetória e o valor do jogador Ronaldinho. No entanto, tendo em vista a significativa alteração das condições sob as quais foi selada a parceria, a continuidade da relação tornou-se inviável". 

O jogador do Atlético-MG ganhava R$ 1,5 milhão por ano apenas para associar sua imagem à empresa de refrigerantes. Ronaldinho não ganhará multa rescisória.