Ortiz se aposenta hoje ofuscado por Silva x Sonnen; confira card do UFC 148

Uma das maiores lendas da história do MMA deixará o octógono neste sábado: Tito Ortiz, 37 anos e ex-campeão dos meio-pesados, fará sua luta de aposentadoria no co-evento principal do UFC 148, em Las Vegas, contra o antigo rival Forrest Griffin. Integrante do principal campeonato da modalidade, o americano colocará fim à carreira no evento mais aguardado dos últimos tempos, servindo de coadjuvante para o agitado e histórico reencontro entre Anderson Silva e Chael Sonnen.

Ortiz, que integra o UFC desde 1997, estreou na edição 13 do evento. Americano de ascendência mexicana, ele conquistou até hoje 16 vitórias na carreira, marcada ainda por dez derrotas (seis delas nos últimos oito combates) e um empate. Nesse período, ele ainda defendeu o cinturão dos meio-pesados por três anos, entre 2000 (quando tomou o título de Wanderlei Silva) e 2003 (até ser derrotado por Chuck Lidell).

A despedida da carreira deste ícone do MMA será contra um adversário que ele conhece muito bem: Forrest Griffin. Este será o terceiro encontro entre eles, que se enfrentaram pela primeira vez no UFC 59, na luta que foi considerada a melhor do ano de 2006 e que terminou com Ortiz vencendo por decisão dividida. Uma revanche ocorreu três anos depois, com Tito já em decadência, e Griffin levou a melhor: também por decisão dividida.

Apesar da cara de mau, Ortiz começou desde a véspera de sua última luta a mostrar sua gratidão pelo torneio do qual fez parte nos últimos 15 anos. Na pesagem oficial da sexta-feira, exibiu uma camisa com os dizeres "coloco o coração acima das luvas" na frente e "obrigado por tudo, UFC" nas costas.

Demian Maia estreia em nova categoria:

Considerado um dos melhores lutadores de jiu-jitsu do mundo e antiga promessa dos médios, Demian Maia estreará neste sábado em uma nova categoria: os meio-médios, com limite de 77 kg (e não mais até 84 kg, quando competia na mesma faixa de peso de Anderson Silva). O brasileiro, que detém formação acadêmica em jornalismo, encarará o sul-coreano Dong Hyun Kim, na terceira das cinco lutas do card principal do UFC 148.

Entre os meio-médios, Demian tenta retomar o mesmo bom momento que viveu quando competia pelos médios e chegou a ostentar uma série de cinco vitórias em suas lutas de estreia no UFC. Ele ainda disputou o cinturão com Anderson Silva em abril de 2010, em uma disputa que ficou marcada pelas provocações (e gozações) de dentro do ringue por parte do Aranha - que venceu o combate por decisão unânime, mas acabou duramente criticado por Dana White, presidente da franquia.

Demais lutas:

O UFC 148 terá ainda mais três combates no card principal (além de Anderson Silva x Chael Sonnen). Destaque para o vietnamita naturalizado americano Cung Le, 40 anos, que fará sua segunda luta no campeonato, diante do canadense Patrick Cote. O adversário inicial do veterano seria o americano Rich Franklin, que acabou indo mais cedo ao octógono para enfrentar Wanderlei Silva no UFC 147, em Belo Horizonte, por conta da lesão de Vitor Belfort.

A edição deste sábado do UFC ainda teria a disputa do cinturão dos galos, entre o atual detentor Dominick Cruz e o desafiante Urijah Faber. Cruz, porém, sofreu uma lesão e foi substituído pelo brasileiro Renan Barão; mais tarde, a luta acabou sendo transferida para a próxima edição oficial do torneio.

Agora, pelos galos, se enfrentarão o salvadorenho Ivan Menjivar e o americano Mike Easton. O card ainda terá o duelo americano entre Chad Mendes (que retorna ao octógono depois da derrota para José Aldo no Rio de Janeiro, no início do ano) e Cody McKenzie, pelos penas.

Brasileiros no card preliminar

No total, serão cinco brasileiros em ação no UFC 148: Anderson Silva e Demian Maia atuarão no evento principal, enquanto o card preliminar terá outros três representantes nacionais em ação. A noite será aberta com Rafaello "Trator" Oliveira enfrentando o cubano Yoislandy Izquierdo, pelos leves. Na mesma categoria de peso subirão ao octógono do MGM Grand outros dois atletas nacionais: Fabrício Camões, que encarará o americano Melvin Guillard, e Gleison Tibau, rival do russo Khabib Nurmagomedov.