Mulher de Ghiggia diz que ex-jogador já respira sem aparelhos 

Os médicos retiraram nesta segunda-feira o respirador artificial do ex-jogador Alcides Ghiggia, autor do gol da vitória do Uruguai sobre o Brasil na decisão da Copa do Mundo de 1950. O uruguaio, que se recupera de um acidente de carro sofrido no dia 13 de junho, conversou inclusive com a mulher, Beatriz Masuí.

"Tenho uma notícia boa. Retiraram o respirador artificial e a sonda gástrica de Alcides (Ghiggia). Se nas próximas 24 horas ele conseguir respirar melhor, ele será encaminhado ao quarto", disse Beatriz.

Ghiggia foi internado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital Médica Uruguaya após bater seu carro em um caminhão, em um acidente que provocou fraturas em sua cabeça e em outras partes do corpo. A irmã e a mulher, que acompanhavam o ex-jogador na viagem, escaparam ilesas.

"Ele se sente muito melhor, já se sente totalmente lúcido. Ele até pediu os sapatos para a enfermeira", afirmou a esposa de Ghiggia. "Digamos que ele nasceu de novo", completou.