Em Buenos Aires, corintianos falam em sonho e 'frio na barriga' 

O Corinthians desembarcou em Buenos Aires nesta segunda-feira por volta das 17h15 com muito apoio por parte dos argentinos. Com um Aeroporto de Ezeiza tomado por curiosos e jornalistas locais e brasileiros, a equipe do Parque São Jorge demonstrou confiança para encarar o Boca Juniors na próxima quarta, às 21h50 (de Brasília), pelo duelo de ida da decisão da Copa Libertadores da América. E os atletas falam até em realização de "sonho de criança".

"Estar aqui é mesmo um sonho de criança. Um jogo como esse é especial, sei que estou vivendo tudo isso e prometo dar a vida para sair daqui com a vitória. Penso comigo que esse jogo tem tudo para ser um grande jogo de fato", desabafou o zagueiro Leandro Castán, um dos primeiros corintianos a deixar o voo 8018 da TAM na Argentina.

"Eu já ganhei Copa Libertadores antes e sei exatamente o que vou encontrar nessa final. Só que o frio da barriga sempre existe em jogos assim. É especial demais entrar em campo na La Bombonera contra um time de respeito e qualificado como o Boca Juniors", definiu o meio-campista Alex, que relembrou gol decisivo no estádio em 2008, pelas quartas de final da Copa Sul-Americana pelo Inter: "foi especial, mas agora é hora de pensar no futuro".

"Fizemos uma viagem tranquila, agora chegamos aqui para fazer uma partida importante e diferente pela final da Libertadores. A ansiedade é normal dos jogadores, mas temos que treinar bem nesta terça para chegar quarta e entrarmos em campo com tranquilidade", continuou o volante Paulinho, um dos mais festejados pelo torcedor local.

O Corinthians chegou a Buenos Aires bastante apoiado pela torcida argentina. Isso se deve ao fato de que a grande maioria dos fãs dos rivais do Boca Juniors esperam pelo fracasso da equipe, que pode igualar o recorde do Estudiantes de sete títulos de Copa Libertadores. Os torcedores do River Plate, por exemplo, são os mais "corintianos" da capital argentina pelos próximos dias.

"É sempre bom chegar numa decisão como essa com esse clima otimista dos torcedores. Estamos bem focados, tivemos uma recepção muito boa na saída, com a torcida apoiando demais o nosso time. Agora esperamos poder concentrar para a grande decisão", disse o goleiro Cássio, ao ver a grande festa preparada pela torcida na saída de São Paulo. O duelo de volta na capital paulista acontece no dia 4 de julho, no Estádio do Pacaembu.