Corintianos transformam aeroporto em arquibancada em embarque

A inédita classificação para a final da Copa Libertadores deixou a torcida do Corinthians em êxtase. Cerca de 150 torcedores apareceram no saguão do Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, nesta segunda-feira, para se despedirem do grupo que embarcou, às 14h20 (de Brasília) para Buenos Aires.

A capital argentina, mais exatamente o estádio de La Bombonera, será palco no primeiro jogo das finais da competição continental, nesta quarta, às 21h50, entre o time paulista e o Boca Juniors, do capitão e camisa 10 Riquelme. Entusiasmada, a torcida corintiana cantou que "quem tem Danilo não precisa de Riquelme".

Torcidas organizadas foram impedidas de entrar no saguão do aeroporto, mas alguns torcedores uniformizados marcaram presença para entoar os gritos mais comuns das arquibancadas do Pacaembu, transformando a sala de embarque em uma verdadeira festa.

Às 13 horas, o ônibus do clube chegou ao estacionamento do aeroporto e os jogadores foram descendo um a um, logo depois do presidente Mário Gobbi, que preferiu não falar com a imprensa, do técnico Tite e do gerente de futebol Edu Gaspar, que definiu o ambiente que a delegação leva de Guarulhos para Buenos Aires.

"Eu poucas vezes vi alguma coisa parecida com isso, é tudo muito especial. Vamos jogar com o coração, como eles gostam de cantar, mas não adianta nada se não for campeão, tem que trazer uma vantagem de lá", exaltou o dirigente corintiano.

Autor dos dois gols da vitória por 2 a 1 contra o Palmeiras, no fim de semana, o meia-atacante Romarinho foi um dos mais aplaudidos.

Campeão da Copa Libertadores pelo Internacional em 2006, o meia Alex pregou cautela na decisão e disse que o elenco tem de valorizar esse momento. "É uma grande alegria e um privilégio grande fazer parte desse momento. Temos de fazer valer esse privilégio de jogar uma final de Libertadores com o Corinthians. Não podemos e nem precisamos mudar nada do que fizemos até agora para chegar até aqui. Temos de ter muita atenção, porque é uma decisão com o Boca, que é muito perigoso", destacou o jogador.

Boca Juniors (ARG) e Corinthians fazem o primeiro jogo da final do torneio continental nesta quarta-feira, às 21h50 (horário de Brasília), em La Bomboneira. O jogo da volta está marcado para o dia 4, no Pacaembu.

Com informações da Lancepress e da Gazeta Esportiva