Patricia Amorim não aceita convite da CBF

A presidente do Clube de Regatas do Flamengo, Patricia Amorim, não irá aceitar o convite da CBF para chefiar a delegação feminina de futebol nos Jogos Olímpicos de Londres.  A CBF tinha feito o convite e esperava uma resposta posita. O presidente da entidade, José Maria Marin, lamentou, porém afirmou que existe a possibilidade para convites futuros.

Se aceitasse o convite a ex-atleta de natação teria que ficar afastada da presidência por um período de 30 dias. Como já havia dito, a presidente disse em discurso que "tem o Flamengo como prioridade".