Do jejum à artilharia, astro do Bayern se inspira em mineiros chilenos  

Artilheiro do Campeonato Alemão e vice da Liga dos Campeões da Europa, Mario Gomez vive grande fase, mas já passou por momentos ruins. Entre 20 de fevereiro de 2009 e 16 de outubro de 2010, o atacante ficou sem marcar nenhum gol sequer, totalizando um jejum de 245 dias. Naquele momento, inspirou-se no drama dos mineiros chilenos para se reerguer na carreira e agora é um dos astros do Bayern de Munique que desafiarão o Real Madrid nesta terça-feira, pela semifinal da principal competição de clubes do continente.

Em entrevista ao site alemão Deutsche Welle, Gomez confirmou que é acompanhado de "uma boa estrela desde o resgate dos mineiros chilenos". Por 69 dias, de 5 de agosto a 13 de outubro de 2010, 33 mineiros ficaram soterrados em uma mina de ouro e cobre em San José, no norte do Chile, e só retornaram à superfície em uma operação que durou mais de 22 horas e foi acompanhada de perto por mais de 1 mil jornalistas e transmitida ao vivo pela televisão para o mundo todo.

Conforme ressalta reportagem publicada pelo jornal espanhol El País nesta terça-feira, 33 curiosamente também é o número da camisa que Gomez usa no Bayern de Munique. O atacante também se sentiu ligado à história porque em suas raízes há familiares relacionados com o trabalho de mineração e usou tudo isso como inspiração para se superar em um momento difícil.

Nos 245 dias sem balançar as redes, Gomez era considerado apenas a terceira opção de ataque do técnico do time alemão, o holandês Louis van Gaal, atrás do alemão Miroslav Klose e do croata Ivica Olic. Em 16 de outubro de 2010, Mario quebrou a seca diante do Hannover 96, fazendo três gols na vitória por 3 a 0, e surpreendeu na hora de celebrar, mandando "uma carinhosa saudação ao Chile".

Sem Van Gaal, que permaneceu à frente do Bayern até 2011, o atacante que trocou o Stuttgart pelo clube de Munique em maio de 2009 por cerca de 30 milhões de euros (R$ 72,5 milhões, em valores atuais) ganhou novo fôlego. Comandado pelo alemão Jupp Heynckes, o jogador virou destaque na Baviera e já marcou 39 vezes nesta temporada - são 25 no Campeonato Alemão e 11 na Liga dos Campeões.

No torneio europeu, apenas o argentino Lionel Messi, do Barcelona, soma mais tentos que Gomez, com 14. Nesta terça, o centroavante de 1,89 m e 26 anos é uma das esperanças do Bayern diante do Real Madrid. Os times se enfrentam a partir das 15h45 (de Brasília) na Allianz Arena, em Munique, pela partida de ida da semifinal da Liga dos Campeões.