Aos 71 anos, morre em Porto Alegre o comentarista Cláudio Cabral  

Morreu na madrugada deste sábado o comentarista Cláudio José Quintana Cabral, 71 anos, após sofrer uma parada cardíaca. Cabral trabalhava no Grupo Bandeirantese era um dos grandes nomes do rádio esportivo do Rio Grande do Sul.

Filho do cronista esportivo Cid Pinheiro Cabral, formou-se em Ciências Políticas e Econômicas. Também teve passagem pela Agência France Press e rádios SucessoGaúcha e Guaíba. Em 1995, retornou ao Grupo Bandeirantes, onde atuava até os dias de hoje.

Até 1985, Cláudio Cabral foi ligado diretamente ao Sport Club Internacional. Esteve à frente da vice-presidência de futebol por duas vezes na vitoriosa década de 70, além de ter sido integrante do famoso movimento dos Mandarins, que modificou a cara do clube.

O velório de Cabral será realizado na Capela B do Cemitério São Miguel e Almas. O enterro está marcado para a tarde deste sábado.